Bem-vindo – 16/07/2024 03:38
Previous slide
Next slide

Funcionário da Caesb morre e o corpo é jogado em córrego no DF

Policiais civis da 16ª Delegacia de Polícia (Planaltina) prenderam, nesta quinta-feira (1º/7), um casal acusado de assassinar um funcionário da Companhia de Saneamento Ambiental do Distrito Federal (Caesb). Adenilson Vaz de Sousa, 46 anos, foi vítima de latrocínio (roubo seguido de morte), na terça-feira (29/6), e teve o corpo jogado no córrego Fumal, no núcleo rural de Planaltina. A operação contou com o apoio da Divisão de Operações Aéreas da PCDF (DOE). 

Segundo as investigações, os criminosos, um homem, de 30 anos, e a companheira dele, de 24 anos, que estava grávida, abordaram Adenilson em Planaltina. O casal usou o próprio cinto de segurança do veículo da vítima, um HB20 preto, para enforcá-lo e matá-lo. Após cometer o latrocínio, a dupla jogou o corpo do funcionário da Caesb de cima da ponte do córrego.

Em fuga, os dois acusados seguiram para a região de Formosa (GO) — distante cerca de 79km de Brasília. Investigações revelaram que o casal conhecia Adenilson, que eles planejaram o crime e tinham a intenção de revender o carro. Os dois responderão por latrocínio e podem pegar até 30 anos de prisão. Detidos, os acusados foram encaminhados à Carceragem da PCDF, onde aguardarão audiência de custódia.