Bem-vindo – 20/04/2024 18:59
Previous slide
Next slide

Homem que matou ex-enteado responderá por homicídio em tribunal do júri

A 2ª Promotoria de Justiça do Tribunal do Júri do Paranoá decidiu, nesta quarta-feira (2/3), pela acusação. Geraldo Corrêa de Souza responderá por homicídio.

Geraldo também responderá por tentativa de homicídio -  (crédito:  Material cedido ao Correio)
Geraldo também responderá por tentativa de homicídio –

Geraldo Corrêa de Souza, que matou o enteado ao tentar atingir sua companheira, foi denunciado nesta quarta-feira (2/3) pela 2ª Promotoria de Justiça do Tribunal do Júri do Paranoá. O acusado foi denunciado pela tentativa de homicídio de Luciene Xavier dos Santos e pelo homicídio de Pedro Henrique Xavier dos Santos. Os crimes ocorreram em 19 de fevereiro durante culto religioso na casa das vítimas.

O acusado irá responder pela tentativa de homicídio triplamente qualificada contra Luciene, conforme a denúncia. As qualificadoras são motivo torpe, pois o denunciado não aceitava a interferência da mulher no contato dele com a filha do casal; uso de recurso que dificultou a defesa da vítima, pois Luciene foi abordada durante um culto religioso; e feminicídio.

O denunciado também deve responder pelo homicídio qualificado de Pedro Henrique. O crime se deu por motivo torpe: a vítima agiu para defender a mãe dos disparos de arma de fogo.

Geraldo entrou na casa das vítimas durante um culto religioso. Após discutir com a ex-companheira, ele empurrou e atirou contra a mulher. Mesmo ferida, ela tentou lutar com o denunciado. Nesse momento, Pedro, para proteger a mãe, ficou entre ela e o agressor. O rapaz foi atingido no olho e morreu no local. Luciene, apesar dos ferimentos, foi hospitalizada.

“O crime é gravíssimo. A condenação de Geraldo é fundamental, não só para Luciene e seus parentes, mas para todas as mulheres que são diariamente vítimas de violência doméstica”, destacou Daniel Bernoulli, promotor de justiça que atua no processo.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *