Bem-vindo – 20/04/2024 20:19
Previous slide
Next slide

Idoso é preso pelo crime de estupro contra uma jovem com paralisia cerebral

Um idoso, 65 anos foi preso na manhã desta terça-feira (6/7) pelo crime de estupro de vulnerável contra uma jovem de 32 anos com paralisia cerebral. De acordo com investigações da 35ª Delegacia de Polícia (Sobradinho II), os abusos sexuais foram praticados entre julho e dezembro do ano passado. A família só descobriu as agressões quando desconfiou que a filha estava grávida. 

O delegado responsável pelo caso, Laércio Carvalho, da 35ª DP, conta que o crime ocorreu na residência da vítima, em Sobradinho II. “O acusado trabalhava para uma empresa da família e tinha livre acesso à casa da vítima. Ele se aproveitou desta confiança da família para cometer os abusos”, explica Laércio. 

A ocorrência foi registrada na delegacia em dezembro de 2020. De acordo com o delegado, a família descobriu a gravidez da filha, que já estava entre cinco e seis meses de gestação — segundo estimativa de Laércio Carvalho. A partir desse momento, as diligencias foram feitas para responsabilizar o autor dos estupros. 

“Ele criou toda uma história, tentava jogar a culpa em outra pessoa. Após o nascimento da criança, e com o exame de DNA comprovando a paternidade, ele confessou o crime”, afirmou o delegado da 35ª Delegacia de Polícia. 

Com as suspeitas, o acusado se afastou da família. Morador de Planaltina-DF, ele foi preso preventivamente e segue na carceragem da Polícia Civil do Distrito Federal. Se condenado, poderá ser submetido a uma pena de até 15 anos de reclusão.

A vítima e a criança, que nasceu no início de junho, estão bem. O bebê foi entregue aos cuidados dos avós maternos.