Bem-vindo – 22/06/2024 13:42
Previous slide
Next slide

“Momento da vida em que a gente se sente realizado”, diz Ronaldo Caiado ao entregar 137 moradias em Anápolis

Estado investiu R$ 2 milhões nas unidades habitacionais, localizadas nos residenciais Cerrado III e Boa Esperança IV. Projeção da Agência Goiana de Habitação é chegar a aproximadamente 4 mil casas em construção no Estado até dezembro.

O governador Ronaldo Caiado entregou nesta quarta-feira (16/02), em Anápolis, as chaves da casa própria a 137 famílias. “Isso é um patrimônio, o momento da vida em que a gente se sente realizado”, definiu. São 112 unidades no Residencial do Cerrado III, com investimento total de R$ 14,5 milhões, sendo R$ 1,68 milhão de recurso estadual, e as outras 25 no Residencial Boa Esperança IV. Este último recebeu aporte de R$ 3,2 milhões, sendo R$ 375 mil do Governo de Goiás.

Governador Ronaldo Caiado entrega 137 moradias em Anápolis: “É isso que as pessoas sonham na vida” Foto: Wesley Costa

Ao descerrar a placa de inauguração dos empreendimentos, fruto de parceria entre a Agência Goiana de Habitação (Agehab) e a Caixa Econômica Federal, Ronaldo Caiado comentou sobre a qualidade da obra executada. “Fiquei encantado. A telha recebe um banho de impermeabilizante e mantém esta cor linda. Tudo feito no alumínio, quer dizer, não tem espaço para cupim ficar comendo madeira. Além disso, a estrutura tem energia solar. É isso que as pessoas sonham na vida”, descreveu.

Foto: Wesley Costa

O Governo de Goiás entrou como parceiro no pagamento da entrada dos imóveis. Foi, segundo Caiado, “uma doação do Estado” para viabilizar com que os futuros moradores realizassem o financiamento do valor restante. “Parabéns a todas estas famílias que hoje recebem os seus lares”, afirmou o presidente da Agehab, Pedro Sales. O resultado atingido pela atual política habitacional vai além das previsões iniciais, acrescentou. “Até o final do ano, o que eu achava que seria muito difícil, nós teremos aproximadamente quatro mil casas em construção no Estado”, anunciou.

Cláudio Alves Pereira e Marta de Souza definiram o dia de hoje como a realização do sonho de uma vida inteira. “A emoção é grande, né? Temos 18 anos de casados e agora estamos conseguindo nosso lar. Tem hora que a gente pensa: ‘será que é verdade?’. Mas, graças a Deus, é sim”, comentou Cláudio, que tem dois filhos, de 10 e 16 anos. A família, natural de Parambu, no Ceará, já mora em Goiás há algum tempo e agora vai sair do aluguel.

Política habitacional

Também em Anápolis, a Agehab já entregou nesta gestão 420 unidades habitacionais do Residencial do Cerrado I e II, cuja construção teve R$ 6,3 milhões em recursos do Estado. Foi concluída, ainda, a construção da cobertura da quadra de esportes do Educandário Espírita de Anápolis. Foram R$ 191 mil aplicados pelo Governo de Goiás na obra realizada em parceria com a instituição.

Com recursos de R$ 456 mil do Estado e contrapartida de R$ 1,17 milhão da Associação Viver Bem do Estado de Goiás, outras 24 unidades habitacionais estão em construção no Loteamento Chácaras Americanas. O prefeito de Anápolis, Roberto Naves, disse que os empreendimentos entregues pelo Estado trazem alegria e segurança para a população, e se dirigiu aos futuros moradores: “Que Deus possa abençoar cada uma das famílias que vão habitar essas casas”.

Em todo o Estado, nos últimos três anos já foram destinados mais de R$ 900 milhões para a construção de moradias, na soma de recursos estaduais e parceiros (federal e municipais). A fim de diminuir o déficit habitacional, a Agehab também implementou iniciativas como o programa Pra Ter Onde Morar. Fazem parte do leque de ações o Aluguel Social, que destina R$ 350 para locação de imóveis, e a construção de casas a custo zero para famílias em situação de vulnerabilidade social.

Participaram do evento em Anápolis o secretário de Indústria, Comércio e Serviços, Joel Sant’Anna Braga; o presidente da Saneago, Ricardo Soavinski; os deputados estaduais Amilton Filho e Coronel Adailton; o deputado federal Delegado Waldir Soares, além de vereadores e lideranças regionais.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *