Bem-vindo – 12/07/2024 11:28
Previous slide
Next slide

Onda de violência no Ceará deixa 12 mortos e 9 feridos em 48h. Entenda

Governador cogita pedir ajuda ao governo federal para controlar situação. Duas pessoas foram presas

Uma onda de violência no Ceará, iniciada na madrugada da quinta-feira (20/6), já matou 12 pessoas e deixou nove feridos, entre elas crianças. Diante da gravidade da situação, o governador do Estado, Elmano de Freitas (PT), cogita pedir ajuda ao governo federal para controlar a situação.

A onda de violência começou no centro de Viçosa do Ceará, a cerca de 360 km de Fortaleza, na madrugada da quinta, quando oito pessoas foram executadas. A Polícia Militar informou que ocupantes de carros e motocicletas desceram, renderam as vítimas e depois atiraram. Elas estavam em um bar próximo ao ponto em que foram atingidas, durante uma comemoração na Praça Matriz.

Ao todo, nove pessoas foram atingidas na ocorrência. Sete delas morreram no local. As outras duas foram socorridas e levadas ao Hospital Municipal de Viçosa, e depois transferidas para o Hospital e Maternidade Madalena Nunes, na cidade de Tianguá.

A oitava pessoa que foi atingida faleceu neste sábado. Trata-se de Adrian Mateus Brito dos Santos, de 23 anos. Ele estava internado em estado grave no hospital de Tianguá. O rapaz havia perdido parte do baço e teve o intestino perfurado. Uma cirurgia foi realizada e ele aguardava vaga em UTI, o que não ocorreu a tempo.

As vítimas eram adultos e adolescentes, entre eles homens com idades de 18 a 26 anos e mulheres de 16 a 25 anos. Um vídeo de câmeras de segurança registrou o momento em que as vítimas são colocadas junto a uma cerca, de costas para a rua em pé. Depois disto, elas foram executadas.

 

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *