Bem-vindo – 24/07/2024 06:55
Previous slide
Next slide

Presos os principais suspeito pela morte de um homossexual

A Polícia Civil prendeu, temporariamente, dois homens suspeitos de agredir um homossexual até a morte e subtrair os objetos da vítima, em Goiânia. O caso ocorreu em outubro de 2013 e as investigações foram concluídas nesta semana, com as prisões. O crime foi cometido na residência da vítima, no Setor Pedro Ludovico. Os suspeitos teriam sido contratados para prestar serviços sexuais a Marco Antônio de Oliveira, 47, mas acabaram cometendo o crime. Um dos detidos confessou o latrocínio.

De acordo com a corporação, a vítima foi encontrada morta dentro da casa em que morava, após familiares pedirem para uma vizinha procurar o homem que não atendia ligações há dois dias. Ao chegar no local, a mulher encontrou o corpo de Marco Antônio com as mãos algemadas e em avançado estado de decomposição.

A residência estava revirada e objetos como televisão, computador, celular e carro da vítima foram subtraídos.

Durante as investigações, o Grupo de Repressão a Latrocínios da Delegacia Estadual de Investigações Criminais (GARRA-DEIC) apurou que Marco Antônio contratou serviço sexual dos dois suspeitos, sendo que um deles já era conhecido da vítima. Os autores, com o intuito de subtrair os pertences, algemaram o homem, impedindo e dificultando sua defesa. Eles o agrediram com socos até a morte e fugiram com os objetos furtados.

Os suspeitos foram identificados e localizados em Aparecida de Goiânia. A prisão temporária é válida por 30 dias.