Bem-vindo – 19/04/2024 13:31
Previous slide
Next slide

Três foragidos do sistema prisional foram capturados pela Policia

Policiais penais da Diretoria Penitenciária de Operações Especiais (Dpoe) recapturaram três dos 18 foragidos do sistema prisional do Distrito Federal, nesta quinta-feira (8/7). Os detentos foram liberados durante “Saidão”, na sexta-feira (2/7), mas não se apresentaram às respectivas unidades prisionais na data prevista — terça-feira (6/7).

Às 11h, os policiais encontraram um dos detentos no Gama. O homem havia deixado o Centro de Internamento e Reeducação (CIR) e tinha registros na polícia por crimes como latrocínio, roubo, corrupção de menores, porte ilegal de arma de fogo e tráfico de drogas.

Por volta das 15h, a equipe localizou outro preso, dessa vez, em Sobradinho. O interno, acusado por furtos e corrupção de menores, foi levado à 5ª Delegacia de Polícia (Área Central). Pouco mais de uma hora depois, a equipe encontrou outro fugitivo, também foragido do CIR, no Sol Nascente/Pôr do Sol. Ele respondeu por tráfico de drogas, roubo, receptação e corrupção de menores. Outros 15 presos são considerados foragidos. 

Como funciona

A saída temporária é um benefício concedido pela Vara de Execuções Penais (VEP) e segue calendário elaborado pela Justiça. A liberação contempla detentos que cumprem pena em regime semiaberto e tenham autorização para fazer trabalhos externos ou para deixar as unidades prisionais.

Neste ano, por meio de portaria, a VEP-DF definiu nove saídas temporárias, durante 35 dias. A mais recente, em 2 de julho, beneficiou 2.009 pessoas do Centro de Progressão Penitenciária (CPP), além de presídios no Complexo Penitenciário da Papuda e da Penitenciária Feminina do Distrito Federal (PFDF).

Quem não retorna no dia e horário previstos é considerado foragido e pode perder o direito ao regime semiaberto.