Bem-vindo – 13/06/2024 17:07
Previous slide
Next slide

Adolescente grávida foi ameaçada e agredida pelo irmão com revólver

Um homem de 31 anos foi preso suspeito de torturar e agredir a irmã, de 16 anos, para que ela contasse quem é o pai do filho que está esperando. O caso aconteceu nesta terça-feira (13), em Abadia de Goiás, na Região Metropolitana de Goiânia. A menina sofreu ferimentos no rosto, braços e pernas. A agressão vai ser investigada pela Polícia Civil.

Segundo o comandante da Ronda Ostensiva Municipal (Romu), uma força especial da Guarda Civil de Goiânia, Vagner Rodrigues, a adolescente foi torturada e agredida por horas na casa onde mora. Mesmo assim, ela não contou ao irmão quem é o pai do filho. “Ele a torturou por horas com um revólver e a espancou para contar quem era o pai da criança. A esposa do homem também mora com eles, mas, no momento das agressões, ele estava sozinho com a irmã. Ela sofreu ferimentos no rosto, braços e pernas”, disse Rodrigues.

Um revólver calibre .38 e munições foram apreendidos na residência. O nome do suspeito não foi revelado. A menina foi atendida no Hospital Estadual Governador Otávio Lage (Hugol), em Goiânia, e recebeu alta. O irmão dela está preso por lesão corporal e posse irregular de arma de fogo na Central de Flagrantes de Trindade.

Gravidez

De acordo com o boletim de ocorrência, a menina está com dois meses de gestação e queria manter a informação sobre sigilo. Vagner Rodrigues explicou que ela mora com o irmão desde que a mãe deles morreu e foi ele quem criou a adolescente.

A menina pediu socorro, e familiares a levaram para o Hugol. No local, ela contou o que havia acontecido. Em seguida, a Guarda Civil foi até a casa e efetuou a prisão do irmão.