Bem-vindo – 24/07/2024 05:35
Previous slide
Next slide

Desembarca no Varjão com programação de sete filmes entre animações, curtas e longas-metragens

A região administrativa do Varjão é a segunda cidade a receber o projeto “Brasília 60+1 – nossa história pelas lentes do cinema”. Entre os dias 6 e 8 de agosto, o evento idealizado pelo Instituto Latinoamerica leva, à Praça Central da cidade, cinco filmes de diretores do Distrito Federal, um do Pará e um de Minas Gerais.

A entrada é franca, entretanto, a sessão contará com limite de público – 80 pessoas. A medida visa cumprir os protocolos de segurança sanitária, como manter distanciamento físico e evitar aglomerações. Os ingressos deverão ser retirados na Praça Central, até às 18h30, no dia do evento.

PROGRAMAÇÃO

As sessões ocorrem a partir das 19h e a curadoria é assinada pelo produtor cultural João Batista. A aventura de dois surfistas do sul que tentam domar a onda da Pororoca – fenômeno natural causado pelo encontro das águas do rio com a maré do oceano Atlântico -, enquanto animais promovem uma festa no fundo do rio,  abre a programação na sexta-feira (06). A animação “A Onda – Festa na pororoca” é dirigida pelo cineasta paraense Cássio Tavernard.

Na sequência, o público confere o longa-metragem do cineasta mineiro Helvécio Ratton. No filme, Marieta Severo interpreta uma bordadeira que narra alguns contos que ouviu no decorrer de sua vida, enquanto costura alguns retalhos em uma toalha de mesa na varanda de uma fazenda.

Já no sábado (07) a programação tem início com o curta-metragem do diretor brasiliense Fáuston Silva – O Balãozinho Azul. A história é inspirada no clássico “Le Ballon Rouge” (1956), comédia dramática francesa de Albert Lamorisse. O longa-metragem Amor & Brega, do cineasta brasiliense Ronaldo Duque, encerra as atividades da noite.

No domingo, o público poderá conferir Meu Amigo Nietzsche, premiado curta-metragem de Fáuston Silva. A trama mostra o improvável encontro entre o menino Lucas e o filósofo alemão Friedrich Nietzsche. A magia da leitura provoca uma violenta revolução na mente do jovem, em sua família e na sociedade. Na sequência será exibida a premiada animação Rua das Tulipas, de Alê Camargo.

O curta-metragem documental Memória viva / Eco-historia do Planalto Central, de Atanagildo Brandolt, encerra a programação no Varjão. O filme mostra a ecologia do Cerrado e dá visibilidade aos primeiros habitantes da região do entorno de Brasília.

O PROJETO

O projeto “Brasília 60+1 – nossa história pelas lentes do cinema” é realizado pelo Instituto Latinoamerica, com recursos do Fundo Nacional da Cultura, da Secretaria Especial de Cultura, do Ministério do Turismo. A iniciativa, que já passou pela Vila Planalto, vai contemplar 32 regiões administrativas do DF até o fim do ano. Ao todo, serão 192 sessões gratuitas de cinema.

Serviço:

Brasília 60+1 – nossa história pelas lentes do cinema – Varjão

Data: De 06 a 08 de agosto. Sexta a domingo, a partir das 19h.

Local: Praça Central, Varjão

Entrada Franca – retirada de ingressos até 18h30

Classificação indicativa: Livre