Bem-vindo – 23/05/2024 11:34
Previous slide
Next slide

Governo de Goiás autoriza obras de implantação do Distrito Agroindustrial de Aparecida de Goiânia

O Dianot terá 2 milhões de metros quadrados de área, divididos em 359 lotes, com previsão de receber 200 indústrias e gerar 30 mil empregos

Representando o governador Ronaldo Caiado (UB), o vice-governador Daniel Vilela (MDB) assinou nesta segunda-feira (22) as ordens de serviço para início das obras de construção do Distrito Agroindustrial de Aparecida de Goiânia Norberto Teixeira (Dianot).

Segundo o governo estadual, as obras de infraestrutura englobam os sistemas de abastecimento de água e de esgotamento sanitário, drenagem pluvial e pavimentação. Além disso, está em fase de licitação a implementação da rede elétrica e iluminação pública.

No total, o governo prevê para o Dianot 2 milhões de metros quadrados de área, divididos em 359 lotes, com previsão de receber 200 indústrias e gerar 30 mil empregos diretos e indiretos. O planejamento da construção foi dividido em três etapas, com início das obras de imediato, conclusão da primeira etapa da construção e instalação das primeiras indústrias em 2025 e, em 2026, a entrega total da infraestrutura.

Obras ficaram paradas até retirada do regime semiaberto

O Dianot ficou parado por quase duas décadas até a transferência da Colônia Agroindustrial do Regime Semiaberto, e o terreno incorporado ao novo distrito. A expectativa é que o Dianot se torne o segundo maior parque industrial de Goiás, com infraestrutura completa e moderna para o assentamento de empresas.

Daniel Vilela apontou que, graças a uma política fiscal responsável, o Governo do Estado resgata o investimento no desenvolvimento de Aparecida de Goiânia. “Vamos dar um novo salto econômico, já que vamos atrair empresas que terão valor agregado ao que for produzido. Temos esse planejamento tratado com muita seriedade e transparência”, afirmou.

Também participaram da assinatura dos contratos o presidente da Codego, Francisco Jr, o secretário de Estado da Infraestrutura, Pedro Sales, e o secretário de Indústria e Comércio, Joel San’Anna, além do prefeito Vilmar Mariano.

O Estado contou com a parceria da prefeitura de Aparecida de Goiânia para tirar o projeto do papel. A administração municipal garantiu a isenção tributária das áreas do Dianot até que elas sejam transferidas para as empresas. O PL 3.732/2023, aprovado por unanimidade na Câmara Municipal e sancionado pelo prefeito Vilmar Mariano (MDB), concede isenção do Imposto Territorial Urbano (ITU) e Imposto Predial Territorial Urbano (IPTU) à Codego para implantação do Distrito Agroindustrial Norberto Teixeira.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *