Bem-vindo – 19/04/2024 13:18
Previous slide
Next slide

Homem aplicar golpes fingindo ser dono de Auto Escola

Polícia Civil prendeu de forma preventiva o funcionário de uma conhecida Auto Escola, em Goiânia, suspeito de fingir ser sócio-proprietário da empresa para aplicar golpes em clientes. Segundo os agentes, o homem de 36 anos indicava suas próprias contas bancárias para recebimento de pagamentos relacionadas a taxas para obtenção da CNH, a carteira de habilitação. A prisão do suspeito aconteceu na última sexta-feira (16), na cidade de Senador Canedo e ele confessou o crime.

De acordo com o delegado Guilherme Conde Correa, responsável pelo caso, o homem já aplicava os golpes há aproximadamente oito meses. Quando o investigado não apresentava a própria conta bancária, ele utilizava uma máquina de cartão pertencente a sua própria empresa para recebimento de valores.

Segundo o investigador, o crime foi descoberto, pois com o passar do tempo os alunos começaram a desconfiar, já que os processos demoravam muito a acontecer. Cansadas, as vítimas procuravam a direção da Auto Escola e eram surpreendidos pela informação de que não possuíam cadastro no local.

Após a descoberta dos crimes, o investigado não mais atendeu às ligações, mudando de residência e tomando rumo ignorado. De acordo com a Polícia Civil, os alunos e a empresa ainda vêm contabilizando os prejuízos causados pelo instrutor.

O funcionário foi encontrado na cidade de Senador Canedo, confessou os crimes e está preso. Caso seja condenado, deverá responder por estelionato, podendo cumprir pena de um a cinco anos de prisão e multa, conforme o artigo 171 do código penal.