Bem-vindo – 16/07/2024 03:48
Previous slide
Next slide

Morador de rua espancado por personal diz que mulher o chamou para ‘brincar’ dentro do carro

Homem disse que não conhecia esposa de Eduardo Alves e afirmou que ela ‘gostou’ dele.

O morador de rua agredido por um personal trainer, em Planaltina, no Distrito Federal, negou à Polícia Civil (PC) que tenha estuprado a esposa de Eduardo Alves, de 31 anos. O homem, que tem 48 anos, foi espancado no dia 9 de março, após ser flagrado fazendo sexo com a mulher de Eduardo. Segundo o sem-teto, a mulher parou o carro na rua e falou “vamos brincar”.

personal afirma que a esposa foi violentada sexualmente pelo morador de rua. Já a mulher admitiu que o sexo foi consentido.

No depoimento à PC, o sem-teto disse que entrou no carro e, enquanto estava tendo relações sexuais com a mulher, Eduardo Alves invadiu o veículo. Ele afirma que não conhecia a esposa do personal trainer e que não sabia que ela era casada.

Ainda durante o depoimento, o morador de rua contou que a mulher “gostou dele”. O caso está sendo investigado pela 16ª Delegacia de Polícia, de Planaltina.

Honra da esposa

Na última quarta (16), Eduardo Alves publicou nas redes sociais um vídeo em que diz estar preocupado com saúde da esposa. Ele pediu que as pessoas parem de compartilhar “conteúdo ofensivo contra a honra da esposa”.

“Vejo que os fatos têm sido transmitidos de maneira errônea, sendo que, no momento, a preocupação deveria ser a saúde dela, até porque a mesma encontra-se internada”, diz o personal trainer.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *