Bem-vindo – 20/04/2024 19:40
Previous slide
Next slide

Pai agride filha porque ela passou mais tempo com a mãe, em Pirenópolis

A jovem mora com o pai, mas encontra a mãe aos fins de semana . Dessa vez, voltou depois do combinado

Um homem de 35 anos é suspeito de agredir filha, de 15, porque ela passou mais tempo com a mãe no fim de semana. Segundo a Polícia Civil, o casal é separado e a adolescente mora com o pai. Segundo a regulamentação judicial da guarda, ela deveria ter retornado para a casa do pai no domingo (22). Porém, a adolescente só voltou na noite de segunda-feira (23). O caso aconteceu na cidade de Pirenópolis, no interior de Goiás.

Suspeito de agredir filha deixou a menina com escoriações e hematomas nos braços, costas e pescoço

De acordo com a polícia, a própria adolescente procurou a Delegacia para denunciar o crime. Segundo a garota, o pai ficou irritado com o fato dela passar mais tempo com a mãe e a agrediu. Por conta das violências, a vítima teve escoriações e hematomas nos braços, costas e pescoço.

De acordo com o delegado Tibério Cardoso, responsável pelo caso, os policiais localizaram o suspeito, que foi preso em flagrante pelo crime de lesão corporal no contexto de violência doméstica, combinado com a Lei Maria da Penha, conforme o artigo 129 do Código Penal, combinado com a lei 11.340/06. Caso seja condenado, o pai de menina poderá cumprir até três anos de prisão.