Bem-vindo – 19/04/2024 12:42
Previous slide
Next slide

Prenda e recolha, essas foram as palavras da juíza que mandou prender pai que não pagou pensão

Na decisão, o judiciário de Novo Gama determinou a prisão e recolhimento para qualquer unidade prisional do estado.

Segundo consta no mandado de prisão e recolhimento de número 51 66 894 final 01 60, a juíza da primeira Vara Cível de família e sucessões da Infância e Juventude do Tribunal de Justiça do estado de Goiás, determinou a prisão de um homem de 63 anos por não pagar pensão alimentícia, e no mandado o Judiciário determinou que ele fosse preso e recorrido a qualquer unidade prisional.

FOTO DO MANDADO DE PRISÃO

O VALOR DA DÍVIDA NÃO FOI REVELADO

O juizado decretou a prisão civil baseado nos termos do art. 528 parágrafo terceiro do Código de Processo Civil, o procurado ficará preso pelo prazo de 45 dias ou até que pague integralmente o valor ( vencidas e vincendas ) caso contrário permanecerá preso.

A prisão ocorreu nesta terça-feira dia 22/3, por volta das 16h00 quando a equipe da CP choque realizavam patrulhamento na quadra 477 do bairro Pedregal em Novo Gama.

Segundo a polícia, o homem que estava foragido ao ver a viatura demonstrou certo nervosismo em frente a residência imediatamente foi realizada abordagem nada de ilícito foi encontrado, ao consultar o sistema de segurança pública foi constatado a existência do mandado de prisão em desfavor do homem aguardando cumprimento, o homem que não tinha passagem pela justiça, acabou atrás das grades.

Diante da determinação judicial, o homem foi apresentado na segunda delegacia de polícia em Valparaíso para realização dos procedimentos legais.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *