Bem-vindo – 24/07/2024 06:21
Previous slide
Next slide

Valparaíso recebe inscrições do Aluguel Social do Governo de Goiás

Foto: Octacílio Queiroz

Famílias da cidade do Entorno do Distrito Federal que quiserem ser contempladas em entrega do benefício nas próximas semanas precisam se apressar para as inscrições. Programa Pra Ter Onde Morar – Aluguel Social disponibiliza auxílio financeiro mensal de R$ 350 para aluguel de famílias em situação de vulnerabilidade social. Atualmente, 27 municípios goianos são contemplados pelo programa do Governo de Goiás

O Governo de Goiás, por meio da Agência Goiana de Habitação (Agehab), está com inscrições abertas do programa Pra Ter Onde Morar – Aluguel Social para moradores de Valparaíso, no Entorno do Distrito Federal. Aqueles que precisam receber o benefício de maneira urgente precisam se apressar para fazer as inscrições. O programa, criado no final de 2021, já está presente em 27 cidades. No total, serão oferecidos nesta etapa benefícios para 750 famílias de Valparaíso.

Foto: Octacílio Queiroz

O recurso mensal de R$ 350 será concedido por 18 meses, mas pode ser prorrogado por igual período caso as famílias não consigam evoluir em sua situação socioeconômica. O programa prioriza pessoas e famílias com vulnerabilidade socioeconômica, principalmente aquelas com superendividamente na área habitacional. Estudantes da Universidade Estadual de Goiás (UEG), beneficiários do Programa Universitário do Bem (ProBem), idoso e vítimas de violência doméstica estão entre grupos prioritários.

O presidente da Agehab, Pedro Sales, destaca que, com responsabilidade e empenho, o programa que tem pouco mais de um mês de execução já alcança 27 municípios de Goiás. “Estamos ampliando o atendimento aos municípios. Já atendemos os três mais populosos do Estado – Goiânia, Aparecida de Goiânia e Anápolis. Além disso, estamos focados no Entorno do DF, que possui uma população que necessita do auxílio e também os municípios atingidos pelas chuvas”, enumera o presidente.

As inscrições podem ser feitas pelo site www.agehab.go.gov.br. Os interessados devem posteriormente, quando convocados, comprovar que se encaixam nos requisitos do programa. As solicitações serão analisadas por ordem cronológica de entrada no sistema da Agehab. Um dos principais documentos é o Cadastro Único (CadÚnico) do município de moradia, que deve ser tirado ou renovado em um Centro de Referência em Assistência Social (Cras) mais próximo de casa.

Os selecionados receberão o benefício mensal por 18 meses, prorrogáveis por mais 18 meses caso haja avaliação social por parte da equipe técnica da Agehab de necessidade de estender o prazo. Além do CadÚnico atualizado no município, outros requisitos para pleitear a participação no programa são o superendividamento; ser pessoa e/ou família em vulnerabilidade socioeconômica; ter mais de 18 anos ou ser emancipado; e morar no município por, no mínimo, três anos.

Foto: Octacílio Queiroz

Pra Ter Onde Morar – Aluguel Social

Nova linha de atendimento à população de baixa renda, o Pra Ter Onde Morar – Aluguel Social é uma iniciativa que visa combater a falta de moradias de maneira emergencial, com subsídio para locação de imóveis. O objetivo é atender até 30 mil famílias goianas com recursos disponibilizados do Fundo de Proteção Social do Estado de Goiás (Protege).

Quem pode participar?

– Pessoas e famílias com vulnerabilidade socioeconômica;

– Estudantes da Universidade Estadual de Goiás (UEG);

– Beneficiários do Programa Universitário do Bem (ProBem).

Critérios gerais

– Inscrição no CadÚnico no município do aluguel

– Ser maior de 18 anos ou emancipado

– Domicílio em município do aluguel de no mínimo 3 anos

Requisitos específicos (Necessário atender ao menos um. Obrigatória comprovação com documento)

– Situação de moradia improvisada

– Ter perdido o financiamento imobiliário em virtude do não pagamento das parcelas

– Utilizar valor igual ou superior a 50% da renda ao custeio de aluguel ou estar com 75% da renda comprometida com endividamento

– Portador de deficiência ou tenha no núcleo familiar pessoa com deficiência – PCD

– Vítima de violência doméstica e familiar ou assistida por medida protetiva

– Família monoparental (somente pai ou mãe)

– Idoso

– Estudante universitário da UEG ou beneficiário do ProBem (frequência mínima de 75%)

– Ter renda familiar comprometida com dívidas formais, comprovado por pesquisa o SPC/SERASA

– Ser destinatário que tenha pleiteado a doação de imóvel de programa habitacional no Estado de Goiás com pedido pendente de apreciação

– Estar cadastrado em programas sociais do Estado de Goiás

 

Agência Goiana de Habitação (Agehab) – Governo de Goiás

 

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *